Premiação é o reconhecimento do compromisso da prefeita com a Educação

“Acredito que ter uma professora como prefeita (Socorro Neri) é um diferencial na qualidade da educação da rede municipal”, destacou o ex-secretário Moisés Diniz, de mais uma conquista da rede municipal de educação. Segundo, não deixar a Educação nas mãos de apadrinhados políticos (na Educação deve valer o mérito), importante ainda ter uma Equipe Pedagógica que não fique trocando seus técnicos toda hora, que garanta permanência pedagógica e estabilidade profissional (com o fim dos contratos provisórios). “A professora Vômea Maria de Araújo é um grande quadro da Educação, muito preparada, hábil e firme que deve dar continuidade ao trabalho deixado pelos antecessores”, destacou o ex-gestor da Secretaria Municipal de Educação (Semec) de Rio Branco.

A Pasta que sempre foi tratada como prioridade na gestão da atual, prefeita Socorro Neri, foi contemplada com os selos de Bom Percurso e Destaque Regional no lançamento do Estudo Educação Que Faz a Diferença, do Instituto Rui Barbosa. A premiação foi concedida pelo Comitê Técnico da Educação (CTE-IRB) e o Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede) contou com o apoio dos Tribunais de Contas de todo o país, durante uma videoconferência ocorrida na última quinta-feira (dia 25) na grande São Paulo.

O selo concedido a Semec de Rio Branco busca reconhecer às redes de ensino municipais que vêm realizando um trabalho de destaque no ensino fundamental. Além de apontar as práticas pedagógicas e de gestão que estão contribuindo para melhoria dos indicadores da educação da rede pública. A premiação concedida aos gestores busca incentivar os outros gestores municipais de apostarem na melhoria dos indicadores no campo educacional. Aproximadamente 118 redes foram reconhecidas pelo Instituto Rui Barbosa (num universos de 5.570 municípios) como executoras de boas práticas de ensino no país.

O reconhecimento levou em conta os seguintes critérios: bons resultados apresentado no ensino fundamental-I, com base nos critérios de qualidade na Educação Infantil; Melhoria nos indicadores do ensino/aprendizagem dos alunos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, com base no desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017, inclusive no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); e na melhoria da qualidade da educação básica desde 2005 e nas taxas de aprovação do Censo Escolar nos últimos anos.

De acordo com a pesquisa, a prefeitura de Rio Branco teve um destaque significativo na formação continuada dos professores promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Semec). A percepção da equipe de pesquisadores é de que a gestão municipal atuava de maneira organizada, visando a união dos servidores e a melhoria da aprendizagem dos estudantes. Para isso, possui uma equipe de profissionais escolhidos com base nos bons resultados obtidos e que realiza visitas constantes às escolas da rede municipal. A rede municipal de ensino conta com 25 mil alunos matriculados que estão distribuídos em 86 escolas e nos 16 espaços anexos construídos pela prefeitura para acolher os alunos. Assim que foi informada da premiação do Instituto, a prefeita Socorro Neri declarou que a educação sempre foi prioridade em sua gestão. “Eu que estou prefeita, mas sou professora e tenho 35 anos de magistério, recebo com muita alegria e satisfação essa notícia de que estamos no caminho certo”, declarou a gestora municipal.

Antes do ano letivo, a gestora municipal convocou os 700 candidatos classificados no concurso efetivo da Educação. Com a chamada de 676 pessoas, sendo 138 vagas a mais do que estava previsto no edital de outubro do ano passado. Em seguida, a prefeitura Socorro Neri chamou os aprovados para as áreas que necessitavam de provas práticas de libras e bilíngue. “No início deste ano nós demos posse a mais de mil servidores efetivos somente na Educação”, revelou.

Ensino-aprendizagem – Encerrou a entrevista que concedeu a imprensa, destacando que os selos ajudam a demonstrar o quanto a atual, gestão municipal tem se esforçado para dar condições e garantir aos alunos da rede municipal uma formação de qualidade, onde eles não apenas aprendam, mas desenvolvam capacidades, tolerância, que sejam colaborativos no ambiente escolar “para que possam desenvolver essas habilidades de convivência social na sociedade, pois serão neles que formarão as futuras gerações”, disse a prefeita.

A professora Vômea Maria de Araújo é pós-graduada em Tecnologias em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Antes de assumir a Semec trabalhava como presidente do Conselho Municipal de Educação (CME) e coordenadora Estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME). A prefeita já exaltou a competência da nova secretária que chega para ajudá-la na administração da Educação que conta com 25 mil crianças matriculadas da creche ao ensino fundamental-I. Com a chegada da pandemia do coronavírus na capital acreana, o ano letivo foi suspenso por tempo indeterminado. A decisão da prefeita foi acertada para evitar que qualquer criança matriculada na rede municipal fosse infectada pela doença que já matou mais de 236 rio-branquenses.