Preso suspeito de ter matado jovem com tiro no rosto


publicidade

vila-acre-crime

Policiais da Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), juntamente com a equipe do Grupo Antissalto da Polícia Civil (GAPC), prenderam na manhã desta quarta-feira, 13, Everaldo Juvenal de Souza, 26 anos, o acusado de matar com um tiro no rosto a adolescente Tácya Brito de 15 anos, na noite de sábado, 09, durante uma bebedeira no Ramal da Seringueira no Bairro Vila Acre. A prisão ocorreu no Ramal da Galiléia próximo ao Top 15 em Rio Branco.

preso (21)

Segundo o Delegado Francisco Canidé, o acusado em depoimento apresentou uma versão sem fundamento, alegando que no dia do crime teria entrando na casa para se despedir da vítima, pois estava indo para sua residência, e que Tácya teria puxado uma arma para tentar matá-lo e que no momento ele se agarrou com a garota na cama e arma disparou acidentalmente. Everaldo disse ainda que, tinha um contato com ela e que rolava um “clima” entre eles, e que chegaram a trocar beijos, mas não passou disso e que voltou a encontrar com ela neste final de semana. Alegou também que a dona da casa, insistia em querer que ele se envolvesse com ela, que não ficou com Tácya, porque estava menstruada.

preso (15)

“Está sendo instaurado um procedimento próprio, em relação à dona da casa, pois havia menores consumindo bebida alcoólica desde sexta-feira no local e que através das provas colhida é que vão definir a questão do homicídio. A versão da polícia é que Everaldo teria se irritado após a jovem não querer ter relacionamento com ele e que as circunstancia demostram isso”. Concluiu o delegado.

preso (50)

A partir de agora a Polícia juntará os laudos pericial e cadavérico, ouvirá outras partes e encaminhará o processo ao Judiciário que analisará se Everaldo agiu em legítima defesa.

Selmo Melo