Profissionais da Saúde: heróis contra um inimigo invisível

Taís Nascimento | Agência de Notícias

Bem maior do que o grupo de heróis Os Vingadores, os profissionais da Saúde de todo o mundo, empenham seus escudos e vestem suas armaduras para enfrentar o inimigo invisível. Todos os dias, deixam suas famílias para cuidar de outras famílias, demonstrando uma valentia que só verdadeiros heróis possuem.

Um dia alusivo à luta dos trabalhadores em todo o mundo, o dia 1º de maio é um marco, ainda mais durante a atual pandemia da Covid-19, quando profissionais da Saúde arriscam a própria vida para salvar o seu próximo.

Profissionais da Saúde que atuam no combate ao coronavírus Foto: cedida

“Os profissionais também sofrem pelo medo de contaminar-se, contaminar seus familiares e, também, pela carga excedente devido ao afastamento de colegas por problemas de saúde”, relatou a psicóloga Evilena Lima.

Medos e incertezas sobre o futuro, a atual realidade desses grandes profissionais sensibiliza os colegas e a sociedade, que não podendo realizar grandes movimentos, procura por meio de simbologias, levar um pouco de leveza à rotina.

“Mas em meio a tudo isso, eles apresentam garra e compromisso com o ser humano. Estão lutando como verdadeiros soldados”, destacou Evilena Lima.

Pequenos atos e grandes significados

Na última quinta-feira, 30, o setor de Humanização do PS, em parceria com enfermeiras residentes da Ufac e gerência da unidade, fizeram uma singela homenagem aos profissionais, cantando e distribuindo pequenas lembranças, repletas de grandes significados.

“Cantamos em todos os setores e entregamos uma singela lembrança, que entregamos em agradecimento aos profissionais que estão na linha de frente, e aproveitamos para homenageá-los pelo Dia do Trabalho”, destacou a enfermeira e coordenadora do Núcleo de Educação Permanente, Natasha Volpati.