Protocolo: CBF intensifica os trabalhos para a volta do futebol na temporada 2020

Paulo H. Nascimento

Um documento com base na Liga Alemã foi elaborado pela CBF com regras mais rígidas para a volta do futebol no Brasil. O protocolo prevê credenciamento, em lista elaborada por médico de cada equipe, de no máximo 40 pessoas permitidas para o local de jogo – entre ônibus da delegação, uma van da rouparia e um veículo de passeio.

RESPONSABILIDADE DOS CLUBES

Os clubes terão a responsabilidade de conferir o estado epidemiológico de cada um que chega ao estádio, “com ênfase na condição olfativa e aferição de temperatura com termômetro de infravermelho”, como diz um trecho do documento. O regulamento para os clubes trata também de cuidados no vestiário. Cada um deve usar máscaras (ou “face shield”, aquela máscara com tampo de plástico na frente) e ficar o menor tempo possível dentro do vestiário – limite recomendado de 40 minutos.

CBF ENVIA DOCUMENTO

A CBF enviou o documento para o Ministério da Saúde e espera a aprovação.

“Acho que na próxima semana deveremos ter novidades com relação ao protocolo e também as competições nacionais. A CBF vem trabalhando com bastante cautela”, comentou o presidente da Federação de Futebol do Estado do Acre (FFAC), Antônio Aquino.