Quase 4,8 mil pacientes acometidos de covid-19 precisaram de leito de UTI

Aproximadamente 4.758 pacientes acreanos acometidos de covid-19 precisaram de um leito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) nos últimos 100 dias. Cerca de 1.234 foram entubados no mês passado, mas em julho chegaram em torno de 1.336 entubações e em junho registrou-se 1.045 internações nas UTI’s dos hospitais de rede pública e privada. A primeira semana deste mês registrou apenas 153 entubações, segundo os dados disponibilizados pela Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre).

O levantamento apontou que 94 pacientes com complicações clínicas estão internados na UTI do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Acre (INTO-AC), 32 pacientes no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), 17 lutam pela vida na UTI do Hospital Santa Juliana (HSJ) e apenas 10 pacientes entubados no Hospital Regional do Juruá (HRJ). No mês passados os números ficaram assim distribuídos: INTO-AC, com 755 entubados; HUERB, com 264; HRJ, com 204 pacientes na UTI e apenas 22 pacientes foram entubados no HSJ.

O Estado registrou uma queda de 32% no número de óbitos neste mês. Em contrapartida, os estados do Amazonas, Rondônia e Tocantins registraram um crescimento de novas mortes por causa da doença. Acre contabiliza 624 mortes por covid-19 e 25.249 contaminados até a última sexta-feira (dia 4), conforme o balanço disponibilizado pelo Departa-mento de Vigilância em Saúde (DVS).

Desde o registro dos três primeiros casos importados, o Acre notificou 63.220 casos suspeitos da doença, mas 37.919 casos descartados, porque a sorologia deu negativo para covid-19. De acordo com o levantamento da Sesacre, pacientes com complicações clínicas estão internados e que aproximadamente 20.011 pessoas já estão curadas da doença.