Representantes do KfW estão no Acre para monitoramento e negociações

16637522406_c69d8a18b6_h-580x386

Tiveram início nesta segunda-feira, 9, duas missões do banco alemão KfW, instituição financeira importante para o desenvolvimento de projetos de conservação das florestas no Acre.

A primeira missão tem por objetivo avaliar os resultados e avanços do Programa Global REM (REDD for Early Movers – pioneiros na conservação).

O programa REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação) possibilitou a entrada do Acre no mercado de carbono, a partir da busca de recursos oriundos de baixas emissões, estimulando e dando plenas condições para que os moradores das áreas de floresta pudessem desenvolver atividades sustentáveis, conservando a natureza e usando os recursos florestais de maneira sustentável.

O gerente de florestas tropicais do KfW, Christian Lauerhass, a coordenadora do projeto REDD for Early Movers (REM) do KfW, Christiane Ehringhaus, e o engenheiro florestal, técnico do KfW, Sören Schopferer, cumprem agenda em Rio Branco até o próximo dia 13.

Para Christiane, o projeto REM se encontra em um momento crucial. “O REM está entrando em sua fase final. Nossa visita, além de monitorar, visa fortalecer e fazer com que esse programa cresça ainda mais”, disse.

A segunda missão, em uma agenda paralela ao REM, parte da comitiva deve discutir os detalhes finais do Projeto de Prevenção e Controle do Desmatamento no Acre, tendo como componentes principais o Núcleo Integrado de Gestão e Monitoramento das Informações Ambientais e a Regularização Ambiental das Pequenas Propriedades Rurais, por meio do plantio de espécies frutíferas e florestais.

“Nós estamos aqui apenas para checar alguns detalhes técnicos do projeto, que já está em fase de finalização. Vamos definir alguns componentes que julgamos importantes, sempre com o grande objetivo de ajudar os pequenos produtores e combater o desmatamento no estado”, salientou Lauerhass.

Sistema de Meio Ambiente do Acre

Integrantes da comitiva do banco alemão KfW cumprem agenda até o dia 13 no Acre (Foto: Edna Medeiros/Secom)
Integrantes da comitiva do banco alemão KfW cumprem agenda até o dia 13 no Acre (Foto: Edna Medeiros/Secom)

Na primeira parte da agenda de reuniões com representantes do banco alemão, secretários e diretores dos órgãos ambientais e de produção apresentaram a situação atual das principais políticas públicas de governo, no âmbito econômico e sustentável.

A política de desenvolvimento com baixas emissões, gestão ambiental e florestal, produção sustentável e o Sistema de Incentivo a Serviços Ambientais (Sisa) foram as principais pautas.

“Executamos um programa que é a primeira experiência do mundo de consolidação dos serviços ambientais: REM/KfW, com resultados exitosos. Temos a chance de mostrar a importância da política que incentiva o aproveitamento dos recursos florestais e potencializa a execução de atividades nas áreas já consolidadas”, explicou o secretário de Estado de Meio Ambiente, Edegard de Deus.

Edgard de Deus e a diretora-presidente do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação dos Serviços Ambientais (IMC), Magaly Medeiros, presidiram o encontro, que contou com a participação de gestores e técnicos das secretarias de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), de Desenvolvimento da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens) e de Planejamento (Seplan), e do Instituto de Terras do Acre (Iteracre).