Rio juruá desabriga 200 e prefeito pode decretar calamidade

O Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC), atingiu no final da manhã deste domingo a marca de 13,84 metros. Até meio dia a Defesa Civil Municipal e o Corpo de Bombeiros já haviam retirado 53 famílias, um total de 203 pessoas. Entre os bairros atingidos estão Miritizal, Lagoa, Várzea, Cruzeirinho, Boca do Môa e Olivença.

16298764_1226155427476151_1567164912765726913_n

Uma base para oferecer as orientações e prestar os primeiros atendimentos aos desabrigados foi montada no porto do município. De lá, as famílias estão sendo levadas agora para o abrigo social, construído no Ginásio Alailton Negreiros, devido a cota de alugueis sociais já ter sido atingida.

16298865_1226155534142807_8245982850982757100_n

Entre as secretarias envolvidas estão a Assistência Social, Secretaria de Saúde e de Obras, sendo mais de 120 pessoas, além do Corpo de Bombeiros com 15 militares e o Exército, que nesta manhã começou a prestar apoio a prefeitura na remoção das famílias.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderley, pode anunciar hoje estado de calamidade pública.