Rocha revela ampla articulação política para reforçar alianças para eleições

O vice governador Major Rocha explicou hoje que o que está defendendo é um grande diálogo, uma convergência de ideias e ações com vista não só às eleições, mas ao futuro do Acre. Revelou que está mantendo contato com diversos partidos e citou as conversas que teve com as lideranças do PDT que, segundo ele, podem evoluir.

Rocha também conversou com a ex-deputada Antônia Lúcia, buscando o apoio do PR para a candidatura de Minoru Kinpara. Contou que Antônia Lúcia ofereceu o nome do ex-secretário Thiago Caetano para vice, o que ele explicou que será objeto de ampla pesquisa na capital.

Revelou que só ingressará no PSL se tiver completa autonomia dentro do partido e confirmou que convidou o governador Gladson Cameli para ingressar com ele na legenda. O deputado federal Junior Bozzella (PSL-SP) será enviado pela direção nacional para articular as conversações dentro do partido, mas Rocha explicou que a direção regional do PSL ainda é provisória e que a direção nacional tem total ingerência nas decisões a serem tomadas no estado.

Quanto a sua presença e de sua candidata Toinha Vieira no almoço com o prefeito Mazinho Serafim, em Sena Madureira, Rocha garantiu que há possiblidades de conversas e de acordos no município, não se adiantando em explicar como seria. Rocha acompanhou o governador Gladson Cameli em todas as agendas no Alto Acre.