Segurados são convocados pelo INSS para atualizar dados cadastrais

Perícia deve ser agendada pelo telefone

Cezar Negreiros

A coordenação regional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deflagra mais uma operação pente-fino no estado, com o objetivo de combater a concessão de benefícios irregulares. Somente no ano passado aproximadamente 407 benefícios foram suspensos e 529 pedidos de aposentadoria negados no Acre estado.  De acordo com a assessoria do INSS, quem teve os pedidos de aposentadorias ou pensões cessados não cabe defesa, mas eles podem dar entrada em um novo benefício.

A medida assegurou uma economia significativa aos cofres públicos, mas alguns beneficiários que se sentiram prejudicados recorrem da decisão nos tribunais.  O Acre conta com mais de 100 mil benefícios dos aposentados e pensionistas, a capital acreana responde por 46.856 segurados, enquanto  Cruzeiro do Sul, com 17.357 beneficiários contemplados.

O comunicamos que tem chegado a casa dos aposentados e pensionistas orienta o agendamento pela Central de Teleatendimento do INSS – Central 135 num prazo de 60 dias, o não comparecimento do segurado pode resultar na suspensão do benefício por um período de 30 dias, para que possa apresentar a documentação exigida, conforme determina os termos dos §§ 4º a 6º do art. 69 da Lei nº 8.212/1991.  Para atualização dos dados, o aposentado ou pensionista deve levar cópias digitalizadas dos seguintes documentos do titular do benefício, doprocurador ou representante legal, se houver: CPF, RG, certidão de nascimento ou casamento, Titulo de Eleitor, Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS, para demonstrar a regularidade da manutenção do benefício.

Em caso de pensão por morte deverão ser apresentados os documentos exigidos, inclusive da pessoa falecida e dos dependentes do benefício, além da certidão de óbito. 4. Na impossibilidade da solicitação do serviço pelo Meu INSS, poderá ser agendado o comparecimento na Agência do INSS mais próxima de sua residência, mas para efetuar o agendamento basta ligar pro número telefônico: 135. Desde o ano de 2012, os segurados do INSS devem comprovar que estão vivos para manter o benefício ativo, pois o procedimento é obrigatório para todos que recebem pagamentos por meio de conta-corrente, conta poupança ou cartão magnético como medida de prevenção para evitar pagamentos indevidos e fraudes.