Tarifa da energia elétrica tem reajuste de quase 5%

O presidente do Sindicato dos Urbanitários do Estado do Acre, Marcelo Jucá lamentou a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica(ANEEL) de autorizar um reajuste de quase 5% nas tarifas da empresa Energisa Acre. O sindicalista recorreu as redes sociais para exortar os consumidores acreanos de participar audiência pública (online) ocorrida no dia de ontem para tratar do assunto. e expor o ponto de vista dos menos favorecidos. “Este novo aumento de 4,87% vai onerar ainda mais na conta de energia da população acreana”, lamentou Jucá.

Destacou que as famílias de baixa renda que estão sobrevivendo do auxílio emergencial vão ter de escolher entre pagar a conta de luz ou comprar comida pra sobreviver. Criticou a falta de campanha de conscientização da ANEEL, para que os consumidores acompanhasse pelas redes sociais o debate de Revisão Tarifária Extraordinária Contratual da Energisa Acre que passará a vigorar no dia 13 de dezembro deste ano. “Mais uma vez que vai pagar esta conta são os consumidores acreanos”, desabafou o presidente dos Urbanitários.

A audiência pública virtual nº. 008/2020 debateu a solicitação de Revisão Tarifária Extraordinária Contratual da Energisa Acre – Distribuidora de Energia S.A, que reivindica um reajuste de 3,89% para consumidores residências, enquanto o efeito médio para consumidor na média de 4,87%. Em contrapartida, para empresa de tensão média o reajuste chega aos 4,72% e alta tensão das indústrias a casa dos 5,55%, conforme a transmissão ao vivo foi realizada no canal da ANEEL no Youtube e no portal da Agência.

Correção – A revisão foi autorizada pela Aneel em decorrência do aumento de custos gerenciados pela distribuidora desde a chegada da pandemia do coronavírus. Com a vigência da Medida Provisória n 998/2020, o governo federal autorizou a redução do custo com a compra de energia elétrica pela Energisa Acre e permitiu a indenização de parte da sua base de remuneração, que resultou na atenuação negativa de -9,62% no índice da revisão.