Terremoto atinge Tarauacá nesta quarta-feira 25

Terremoto atinge a cidade de Tarauacá (a 400 quilômetros da capital), na madrugada desta quarta-feira (25), no Acre. De acordo com Sistema Geológico dos Estados Unidos (USGS), o sismo registrou magnitude 4,6 na Escala Richter. A cidade tem mais 38 mil habitantes e já havia sentido os efeitos do sismo que aconteceu horas em Iberia, no Peru, com 7,5 graus.

Não há relatos sobre o tremor desta madrugada na sede do município, garante o prefeito Rodrigo Damasceno. “Não foi sentido na cidade. Talvez na zona rural, que é mais próxima a fronteira”, disse.

O jornalista Ingresson Derze, que mora em Rio Branco, acredita que não há relatos porque o tremor aconteceu de madrugada. “Falei com um amigo em Tarauacá e ele disse que não sentiu nada, mas ainda estou tentando falar com outros amigos para saber se alguém notou o tremor”, disse.

Reflexos do terremoto no Peru

O Sistema Geológico dos Estados Unidos (USGS) registrou dois tremores de terra, de magnitude 7,6 na escala Richter, nessa terça-feira (24), no Leste do Peru, perto da fronteira com o Brasil. O epicentro dos abalos foi na região de Madre de Dios, Amazônia peruana, a 681 quilômetros (km) a nordeste da capital, Lima, a 173 km a noroeste da Iberia e a mais de 600 km de profundidade.

“O tremor que atingiu o Peru foi sentido em toda a cidade de Tarauacá”, afirma o prefeito do município. Ainda segundo ele, camas, armários e vários móveis se moveram dentro das residências tarauacaenses. “Os únicos prejuízos foram com objetos que caíram e se quebraram. Não houve queda de árvores e nem rachamento nas casas”, garante.

Segundo o USGS, ambos os terremotos ocorreram como resultado de falhamentos normais. “Mecanismos focais indicam que a ruptura ocorreram, uma no Norte outra no Sul-Sudeste. No local dos terremotos, a placa de Nazca para o leste se movimentou para debaixo da placa da América do Sul a uma velocidade de cerca de 69 mm/ano.

Ainda segundo o USGS, menos de mil pessoas habitam a região onde o terremoto foi sentido de maneira mais forte. Várias cidades peruanas como Cuzco, Tacna, Pucallpa e Arequipa sentiram o tremor. Mas os sismos também foram sentidos em áreas do Norte do Chile, da Argentina, Bolívia, Colômbia e Venezuela, segundo os meios de comunicação locais.

Anel de Fogo do Pacífico

O Peru fica no chamado “Anel de Fogo do Pacífico”, região de grande atividade sísmica e vulcânica. O maior tremor registrado no Peru, com magnitude de 7,9 na escala Richter e epicentro na costa central, ocorreu há quase uma década [em 15 de agosto de 2007], e deixou 595 mortos.