Tião chama Cunha de “bandido”

flash_secom_acre_foto_Sérgio_Vale-4-360x210

Durante entrevista coletiva em que anunciou o pagamento dos salários de dezembro e o 13º este mês, o governador Tião Viana disse que o pedido de impeachment é um golpe preparado por “uma pessoa que tem todos os indícios de ser um bandido e que já deveria estar preso”, referindo-se ao deputado Eduardo Cunha.

Em tom firme, o governador afirmou que o pedido é um atentado á democracia e acontece devido à difícil situação política e econômica do país. Ele destacou que o Brasil enfrenta uma crise econômica que já atingiu outros países, como os Estados Unidos, mas que ela vai passar. Ele considerou que as críticas à presidente fazem parte do estado de direito, mas que a estrutura democrática do país não pode ser interrompida.