Tião Viana ajuiza ação contra Paulo Roberto

Viana ajuizou processos também contra dois veículos de comunicação que, na sua opinião, noticiaram o caso de modo inadequado.

O governador petista do Acre, Tião Viana, protocolou na Justiça Federal, nesta terça-feira (23), uma ação por danos morais contra o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que o incluiu numa lista de 28 supostos beneficiários de verbas desviadas da Petrobras. Viana ajuizou processos também contra dois veículos de comunicação que, na sua opinião, noticiaram o caso de modo inadequado: o Estadão e a TV Globo.

TiaoVianaAgAcre

As iniciais de Tião Viana (‘TVian’) apareceram numa agenda apreendida na casa de Paulo Roberto, no Rio. Ao lado, havia um número: “0,3”. Num dos depoimentos que prestou após firmar acordo de delação premiada com a Procuradoria, Paulo Roberto afirmou que o algarismo correspondia a um repasse de R$ 300 mil para a campanha de governador do petista, em 2010.

“Fui averiguar”, diz Viana. “Verifiquei que uma empresa de engenharia chamada Iesa fez uma doação de R$ 300 mil para a minha campanha. Foi no dia 26 de agosto de 2010. Os recursos foram enviados de uma agência bancária de Brasília, por remessa eletrônica, para a conta da campanha, no Banco do Brasil. Alguém do diretório nacional pediu para ajudar candidatos do PT. E a doação veio. Foi emitido o recibo e registrado no TRE, que aprovou as contas. Zero de problema. Não admito ser incluído em escândalo. Jamais conversei com ninguém da empresa. Nem para agradecer a doação. Nunca falei com Paulo Roberto.”

Deixe uma resposta