Tite se altera e diz que timão não jogará por sorte do SP

tite

O treinador Tite teve momento de bastante irritação depois do empate sem gols entre Corinthians e San Lorenzo-ARG, nesta quinta-feira, em Itaquera. Tudo porque foi perguntado como via a possibilidade de eliminar o São Paulo, na próxima semana, pela Copa Libertadores. Praticamente aos gritos, ele respondeu com citações à própria honra.

A questão havia sido feita em referência a um comentário feito por Edgardo Bauza, treinador do San Lorenzo. O argentino citou que, em sua visão, o Corinthians enfrentaria o São Paulo para vencer, pois poderia deixar um rival pelo caminho. Tite, porém, entendeu a pergunta como se Bauza tivesse feito um pedido de ajuda. No fim das contas, se irritou.

“É de uma baixaria que não serve para mim. Para mim não serve. Esse tipo de ilação não serve. Tenho muito respeito a pessoas e instituições e tenho certeza que o torcedor do Corinthians tem orgulho de quem comanda. Ninguém vai levantar de mim, não dou esse direito. Olho para trás e tenho muito orgulho da minha carreira”, comentou.

“Fui treinador de time de fábrica onde nasci. Olho para trás na minha carreira e tenho muito orgulho. O Corinthians é centenário e as pessoas que comandam têm toda uma dignidade por trás”, explicou. Depois, mais calmo, argumentou sobre a questão feita e sua reação. “A minha veemência é porque não sei a intenção dela (pergunta)”.