TRE está pronto para julgar recurso que pode tornar Ilderlei inelegível e cassar seu mandato

Zequinha Lima e Ilderlei Cordeiro

O TRE está preparado para o julgamento final do processo contra o prefeito Ilderlei Cordeiro, de Cruzeiro do Sul e seu vice, Zequinha Lima, que pode significar suas inelegibilidades e a deposição. A juíza eleitoral, Mirla Regina da Silva, relatora do caso no Tribunal Regional Eleitoral já expediu mandado de intimação aos advogados do prefeito, informando que o pedido de reformulação de sentença apresentado por ele, já está pronto para ser julgado.

O último quesito que faltava para o julgamento, a digitalização do processo original, já foi concluída. O processo agora é apelação, pedindo reformulação da sentença de primeira instância, que já condenou Ilderlei Cordeiro e seu vice, Zequinha declarando a cassação de seus mandados e os declarando inelegíveis.

O processo também atinge o ex-prefeito Vagner Sales, além de Mário Vieira Neto e Edson de Paula. Todos envolvidos na compra da candidatura de um vereador do PSDB nas eleições de 2016. A negociata foi denunciada à Polícia Federal pelo candidato. Ficou provado em primeira instância que foram oferecidos R$ 5 mil para que o candidato do PSDB, na época vereador, apoiasse a candidatura de Ilderlei.

O mandado de intimação para o julgamento do recurso foi publicado no Diário Oficial do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, do último dia 8 de julho, quarta-feira.