Viver Ciência envolve crianças da rede municipal de educação

Ariel tem sete anos de idade e mora no quilômetro 14, da Estrada de Porto Acre. Aluno do primeiro ano da Escola Marilene Mansour, nesta quinta-feira, 21, o menino viveu um dia diferente. Logo cedo, ao chegar à escola, localizada na Região do Assentamento Boa Água, na Estrada do Quixada, Ariel juntou-se aos colegas para visitar a terceira Mostra Científica Viver Ciência, na Universidade Federal do Acre (UFAC).

Realizada pela Secretaria Estadual de Educação, a Viver Ciência tem o objetivo de despertar nas crianças o interesse pela ciência e pela tecnologia. A realização conta com a parceria a UFAC e da Prefeitura de Rio Branco, que para esta terceira edição do evento mobilizou equipes das secretarias de Educação (SEME), Meio Ambiente (SEMEIA), Saúde (SEMSA) e Fundação de Cultura Garibaldi Brasil (FGB).

Depois da acolhida pelas equipes da SEME, as crianças pararam para ver as “Lendas Amazônicas” apresentadas pelos alunos da Escola Municipal Álvaro Vieira da Rocha. Ao lado da professora, Ariel não escondeu a emoção. “É muito bonito. Estou gostando de tudo”, disse o menino.

Com a FGB, as crianças tiveram oportunidade de contemplar trabalhos em grafite, os quadros “Lendas da Amazônia”, e brincar com os bonecos gigantes.

De acordo com a professora, Célia Brasil, a notícia da participação no evento é sempre recebida com muita alegria. “São crianças que moram em locais distantes. Para elas, estar aqui hoje, é algo inesquecível”, completou a educadora.

Segundo o secretário de Educação de Rio Branco, Márcio Batista, a mostra oportuniza um aprendizado mais agradável. “Realizamos esse trabalho conjunto há três anos. Estou muito feliz porque a cada vez inovamos mais. Apresentando a produção cultural, científica dos nossos alunos, trazemos a educação para outros espaços, o que faz a educação mais prazerosa, as crianças aprendem brincando, se divertindo”, destacou o secretário Márcio Batista.

Enquanto equipes da SEMSA realizavam ações de prevenção e promoção da saúde e garantiam o atendimento em primeiros socorros, caso necessário, com a equipe da SEMEIA as crianças participavam de atividades lúdicas voltadas à Educação Ambiental. Com “os brinquedos cantados”, aprenderam mais sobre a importância de conservar o meio ambiente. Para o secretário de Meio Ambiente, Aberson Carvalho, o resultado já superou a expetativa. “Pela primeira vez no evento, já avaliamos que o resultado supera a expectativa”.

Mostra reúne mais de 200 trabalhos

A Mostra Científica Viver Ciência reúne trabalhos dos alunos das escolas das redes pública e particular. Este ano, a terceira edição do evento apresentou 243 projetos de pesquisa. O prefeito Marcus Alexandre também foi conhecer os trabalhos dos alunos. O pluviômetro artesanal, o microscópio caseiro, foram algumas das experiências que chamaram a atenção do prefeito. “É extraordinário. Foi uma alegria conhecer os trabalhos, a tecnologia, a informação, ver o aprendizado das crianças e jovens”, disse Marcus Alexandre ao parabenizar professores, coordenadores, alunos, todos envolvidos na realização do evento.

Da Assessoria
Fotos: Marcos Vicentti/Asscom